quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

Quando a gente não sabe como falar

Pra mim, nada mais chato do que isso, e o pior, estou numa dessas a cada 5 segundos!
É incrível. Fico pensando em como falar, quando realmente importa, claro, por que dependendo do caso digo do jeito que sair pela boca mesmo, sem pensar muito, se magoar...só lamento.

Mas dessa vez não, a última coisa que eu quero é chatear, magoar ou "emputesser", gosto demais pra deixar isso acontecer. O que acontece é que me falta corage,. Sim, assumi um posto de covarde, mas não passo disso mesmo. Deveria falar, não há problema, é só dizer: " Ei, não gosto." mas não sei qual vai ser a reação, e o pior, ser mal entendida.

Puta que pariu, como isso acontece comigo. Cheguei a conclusão que falo um dialeto próprio, por que nunca me entendem, é complicado, falo sem querer ofender, a pessoa vira a cara pra sempre. Apenas corrijo um erro, sou severamente reprimida como se não pudesse ousar me intrometer no assunto, afinal não seria tão boa entendedora ¬¬ Mas antes que eu fique indignada e fuja do assunto, quero muito repara esse probleminha, afinal, adoro a fonte. Só não sei como.

Que fique bem claro,não estou pedindo ajuda, ok?!Não estou perguntando como e o que fazer, apenas estou relatando uma situação decorrente.

2 comentários:

  1. Pelo menos você não tem Tourette! e não fala "idiota" a cada segundo. poderia ser pior!
    Yes eu falo um dialeto próprio too
    cara, eu nunca acerto essas malditas letrinhas de verificação arght

    ResponderExcluir
  2. Tb tenho um dialeto só meu, mas me esforço muitas vezes pra que todos entendam.
    Bj e virarei seu seguidor.

    ResponderExcluir