sábado, 30 de janeiro de 2010

Mereço?!

Não sei, de verdade, se mereço.
Como finalizar um projeto pra segunda se te passam nenhuma informação e só no sábado a noite dizem e muito mal o que talvez querem?! Bom, assim fica muito difícil agradar o cliente, afinal o meu dom não é de clarividência. No final, depois de você ter dado mil idéias, ainda dispensam seus serviços por que você foi franco dizendo que assim não dava pra trabalhar.
Arquitetos podem até serem melhores do que o resto das pessoas, mas ainda não lemos mentes.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Semoquepostar.com [2]

Blá blá blá...sem o que falar mais uma vez, espero novidades assim não precisarei aposentar o blog.
Espero também poder falar de...do...da...brincadeira, galera!
Ia dizer poder falar sobre assuntos que ainda não falo aqui pois não faço idéia da reação das pessoas, não é?! Tem ex marido matando mulher com 8 tiros mesmo depois de tantas denúncias, vai saber!

Amo vocês! xD

domingo, 24 de janeiro de 2010

Rehab

"He's tried to make me go to rehab / But I won't go-go-go"
Pois é, Amy, enquanto te mandam pra rehab, me transformam em uma ;D

Resolvo qualquer problema, sou quase aquelas cartomandes que trazem a pessoa amada em menos de trinta minutos ou seu dinheiro de volta xD

Como já me disse, uma das minhas brilhantes companhias, me ter como ex é quase um certificado de qualidade, tipo inmetro. Bom, não sei até onde ela tem razão, sinceramente, nem sei de onde nasceu essa qualidade de rehab. Se for parar pra pensar, vivo quase a história daquele filme que o cara foi amaldiçoado e toda mulher que saia com ele se casava com o próximo homem. Bem sessão da tarde, mas é mais ou menos isso mesmo, a diferença que, até onde eu sei, eu não fui amaldiçoada xD

Talvez eu tenha cara de psicóloga, médica, curandeira, mãe de santo, não sei. Mas todas essas, são prestadoras de serviço, e por isso, cobram. Tá aí, vou começar a cobrar também, tava mesmo precisando de dinheiro, e não tem mal nenhum, de psicólogas à prostitutas, todas fazem isso, porque eu não poderia?! Até porquê, no final das contas acabo sendo uma mistura das duas profissionais, na visão dos meus "pacientes", não é mesmo?!

Não, não é. Gostaria só de lembrar um detalhe bonitinho da minha vida, sou ARQUITETA, ok?!
Não terei uma clínica, sim um escritório.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

Frank

Esse não era o post que eu tinha previsto pra hoje, mas resolvi adiá-lo pra apresentar o Frank!
Sim, esse gatinho muito simpático e camuflado aí do lado *-*
Já que a Dinah (minha gatinha) não me permite adotar outro gatinho, e meu apartamento é na verdade uma kitnet, sem contar que é proibido ter animais lá, eu adotei um virtual ;D
O melhor de tudo é que esse aí não me dá despesas e não suja a caixinha de areia.
Ele brinca com a setinha do mouse e ronrona, é só fecha a propaganda chata que aparece na frente dele e brincar como Frank, ele muito sociável .

quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

E agora?!

Sabe quando você se pega simplesmente pensando?!
Então, é isso. As vezes tenho vontade de sair por aí andando e andando, só pensando por que, sinceramente, é só o que me cabe. Só tenho pensamentos agora, e acho que terei só a eles mesmo.

Aceitei minha condição. Parei de ir contra e fico agora alimentando meus pensamentos vazios e irrealizáveis. Não sei se é o mais saudável a fazer mas pelo menos é confortável. Me afaga a noite antes de dormir. Nesse momento é quando pesa e eu sinto certas "faltas".

Penso em certas situações...Ah, como seria bom.
Seria legal se fosse vista da forma que eu quero. Acho que por isso que reluto tanto quanto for possível contra as expectativas, já que alimentá-las não as tornará real e eu ia acabar sofrendo. Sim, eu sofro, pronto falei.

Mas quando era uma viúva-negra eu me conformei e fui feliz, até descobrir que na verdade, sou uma clínica de reabilitação.

Quando a gente não sabe como falar

Pra mim, nada mais chato do que isso, e o pior, estou numa dessas a cada 5 segundos!
É incrível. Fico pensando em como falar, quando realmente importa, claro, por que dependendo do caso digo do jeito que sair pela boca mesmo, sem pensar muito, se magoar...só lamento.

Mas dessa vez não, a última coisa que eu quero é chatear, magoar ou "emputesser", gosto demais pra deixar isso acontecer. O que acontece é que me falta corage,. Sim, assumi um posto de covarde, mas não passo disso mesmo. Deveria falar, não há problema, é só dizer: " Ei, não gosto." mas não sei qual vai ser a reação, e o pior, ser mal entendida.

Puta que pariu, como isso acontece comigo. Cheguei a conclusão que falo um dialeto próprio, por que nunca me entendem, é complicado, falo sem querer ofender, a pessoa vira a cara pra sempre. Apenas corrijo um erro, sou severamente reprimida como se não pudesse ousar me intrometer no assunto, afinal não seria tão boa entendedora ¬¬ Mas antes que eu fique indignada e fuja do assunto, quero muito repara esse probleminha, afinal, adoro a fonte. Só não sei como.

Que fique bem claro,não estou pedindo ajuda, ok?!Não estou perguntando como e o que fazer, apenas estou relatando uma situação decorrente.

domingo, 17 de janeiro de 2010

Semoquepostar.com

Tem dias que eu me esforço mas não sai nada de interessante pra postar, chega ser chato!
Vou atrás de imagens legais, leio os blogs alheios, fuço orkut, comunidades, músicas, viajo away no cosmo, e nada. Fico nessa de não ter o que postar.

Então, resolvi postar exatamente isso: A falta do que postar.
Nada mais tedioso do que isso, de verdade.
Ter um blog e não ter o que postar é como "Buchecha sem Claudinho", entende?!
Não dá, pronto falei!

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Sentidos



Passeando por blogs alheios, li um post muito interessante sobre a dimensão das coisas em nossas vidas. Voltando pra casa hoje, vim pensando sobre isso e confesso que fiquei com medo do rumo que as coisas tomam, elas fluem com uma naturalidade que quando vejo, já passaram dos limites e eu perdi o controle da situação, e nem me dei ao mimo de criar expectativas e me deixar levar, fico enrolada com fato de não ser algo nem tão racional ao ponto de não me preocupar e nem tão emocional para que eu possa me envolver. É morno.

Fico pensando sozinha, sobre tudo isso, o quanto são vagas essas questões. Me preocupo quando me pego querendo criar expectativas, e mais ainda quando caio em mim e não quero. Será que nasci mesmo viúva negra?!

Bom, não acho desconfortante a ideia de matar meu tempo com os meus livros, meus seriados, meus filmes, minha dança, mas e no final, quando eu for uma velhinha de 70 anos com piercings e tattoos como resquícios da juventude, vou ter meu velhinho ex-rockstar do lado?!

Entendam, minha preocupação não é morrer sozinha ou ficar "encalhada". Simplesmente não vejo espaço pra uma história de amor na minha vida hoje, e pelo andar da carruagem, só tende a ter menos ainda. Mas e mais pra frente, não sentirei falta?! Digo; será que o espaço que não quero "desperdiçar" hoje me será um vácuo amanhã?! Afinal, não quero me casar apenas pra não ficar sozinha, quero ter motivação pra isso, assim como tudo que faço. Talvez isso não faça nenhum sentido, talvez faça algum.

Mas não é um questão de sentido, é de sentimento. Ou a falta dele.

segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Coisas que escuto por aí...

O mercado de automóveis está em alta.
Deslizamento de terra em Angra-RJ.
Show de fogos em Copacabana.
Fora Arruda.
Obrigado, Senhor, por nossa propina.
Nossa, que menina folgada.
Não, não é a mesma coisa.
O meu é diferente.
Mas o quê que é isso?!
Na hora certa você vai saber de tudo.
Só há poucos dias a união ficou parecida com casamento.
Oi, você vem sempre aqui, gatinha?!
Como que é o nome daquela moça?!
Está entrando na moda.
Os deputados voltaram hoje pra câmara.
Isso deve baixar o preço do combustível.
Não tem nem explicação pra isso.
Eu acho isso um absurdo.
26 candidatos serão convocados.
Segundo a jurisprudência 36 meses.
E ainda tem o gerenciamento de estudo.
O corpo do assaltante foi encontrado no comércio.
Os manifestantes chegaram ontem a noite.
Quebraram o caixão, fazendo arruaça.
Confusão lá fora, confusão lá dentro.
Eles passaram sem falar nada.

É, o mundo é incoerente mesmo.

sábado, 9 de janeiro de 2010

Blogando por tédio

Ah, o tédio...meu companheiro de férias, dorme comigo todas as noites, estamos tão íntimos que pra mim é Teddy.

O Teddy é um cara insistente, confesso que nunca vi ninguém com tanta vontade de estar comigo do que ele, sinceramente, as vezes me parece até um bom partido. Mas também acho que não aguentaria alguém tão grudento, o problema é que ele já entrou na minha vida e tá tomando todo o espaço. Infelizmente ele não me larga por nada, nem pra se grudar à outra pessoa, o que é mais indignante, afinal, o que faz de mim o par ideal pra você, Teddy!?

Comedinhas a parte, estou realmente caindo fortemente no tédio. O pior é que até tenho coisas a fazer, mas por conta do tédio também estou com preguiça. É o fim. Não sei mais o que fazer, mesmo. Ando tão sem graça que nem vontade de levantar pra fazer o que eu quero fazer eu tenho.

Terei que matar o Teddy.

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

Blogueiros de platão

Nós que estamos começando a sofrer desse mal, temos que tomar cuidado, é super legal aquele blog mega postado, diariamente, com assuntos intermináveis e muito interessantes, porém essa história de "Minha vida é um livro aberto" é furada!

Meu bem, lacre algumas páginas então, afinal, se alguém lhe conhecer 100% através de um blog, msn, orkut, twitter, formspring ou seja lá qual for o meio, ela não se dará ao trabalho de lhe conhecer pessoalmente, certo!? Ou pior, quando lhe encontrar vai achar que te conhece e agir de forma chata, pagando de amigo de infância ou sem muito interesse, afinal, já sabe tudo. Use esses artifícios de forma inteligente, atraindo as pessoas compartilhando interesses e opiniões, essa seria até uma forma de filtrar as pessoas de maneira natural.

Lembre-se, não estou dizendo pra ninguém esconder nada, negar o que fez e levar informações para a tumba. O importante é lembrar que nem todo mundo precisa saber de tudo, fale apenas o que se poderia falar, mas caso lhe indaguem, não banque o hipócrita e negue, ok?! Assuma, afinal, se você fez algo, tinha seus motivos, e estes têm que bastar pra você. Bom, não vou generalizar, cada um lida com seus assuntos da forma mais sensata que lhe parecer.Por isso, blogueiros, não se esqueçam apenas de serem coerentes com o que postam.

Não posso deixar de citar também os problemas que podem lhe causar falar absolutamente tudo em um blog. Sempre tem uma "amiga" invejosa, a atual do seu ex, o seu ex, a ex do seu atual, e o atual. Meu bem, já vi vidas sendo abaladas por scraps. Catástrofes causadas por posts. Não vale a pena. Poupe-se.

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Madrugada a dentro

Sem dormir, mais uma vez. Já é quase um hábito irremediável, mas dessa vez não estou virando a noite fazendo algum dos milhões de trabalhos da faculdade, que nesse período de férias me abandonaram ao ócio. Estou simplesmente incomodada com diversas coisas. Me incomoda muito o fato de não conseguir nunca começar a organizar as coisas a meu modo, e ver que o tempo de férias tá passando; me incomoda saber que não executo tudo que planejo pro dia, mesmo que faça a maioria do planejado; e incomoda saber que não instalei nada do que pretendia e não selecionei e organizei arquivos no computador; me incomoda perceber que minha postura não é mais a mesma desde que entrei de férias, principalmente da dança; me incomoda deixar o blog de lado pois estou incomodada com outras coisas e não consigo criar pra postar.

O que mais me incomoda foi o que escutei, ou li, seja como for, o que me foi dito numa conversa corriqueira e sem intenção no msn. Não queria estar nessa situação, nem criar nenhuma espectativa. Na verdade não crio mesmo, não estou assim por um sentimento descabido, não te amo, só estou assim por egoísmo, por saber que não é apenas minha área de influência. Pura vaidade.