sábado, 31 de janeiro de 2009

Se a sua indecisão me matar...

Eu volto só pra lhe causar tormento.
Pouco me importa se isso não é o certo a fazer. Errado mesmo é iludir, mentir e achar que está tudo bem.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Ainda perdida


Depois do desastre emocional de ontem, fui andar pra respirar um pouco e conversar com um amigo, quando voltei pra casa eu estava, não mais calma, porém menos tensa e irritada. Respirei bastante, pensei melhor.
Conclusão, eu até estava com razão no post de ontem, só que um pouco menos radical, desculpa dizer que seus pais não te amam, ou que ninguém além de você mesmo é capaz de te amar, mesmo que não seja todo mundo há sempre alguém.
Relacionamentos são sempre difíceis, principalmente se tratando de mim.Quando me envolvo, procuro manter a ordem e evitar cobranças, pra isso guardo muita coisa, tento amenizar minha mente, pensar em outras coisas, mas é uma besteira minha fazer isso, por que de vez em quando me dá um surto de raiva que é capaz de colocar tudo aquilo que eu estou tentando preservar por água abaixo.
Não vale a pena sacrificar seu sono por tal motivo, mas também nem tudo é motivo pra gerar um DR. Mais uma vez, tem-se que balancear e ver o quanto algo incomoda, e depois, se chegar ao ponto de incomodar mesmo, vá lá e diga sem receio, sem se preocupar com a reação, por que assim há como perceber o quanto vale pra outra pessoa o que você pensa e como se sente.
Não estrague nada por isso, nem seus objetos, muito menos seu corpo. Existe algo que não se pode abrir mão, o amor próprio.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Sorte de hoje: Hoje é um bom dia para distribuir alegria.


Tá de brincadeira, ?!
Não tenho alegria nem pra mim, que dirá pra distribuir.
E me responde uma coisinha, como alguém pode ter alguma coisa que não existe?!

Ah! Faça-me o favor! Sem essa de que as coisas são lindas, que o mundo é belo e a vida é justa, por que não é! Nada disso é verdade, seus pais mentiram pra você quando te ensinaram essas coisas, e mentiram mais ainda quando você estava chorando e eles disseram que você era mais bonito sorrindo, a verdade é que não suportavam o seu choro inútil e queriam fazer você calar a boca de alguma forma. Desde quando um sorriso deixa alguém bonito?! Na boa, você fica com cara de idiota, só prova que você acreditar nas falácias do mundo, na ilusão podre que alguém joga sobre você, afim de quê?! Eu te respondo. Afim de te magoar, ou você acha mesmo que esse alguém te ama?! xD Acredita nisso, talvez seja mais divertido do que ser assim como eu, que sabe como as coisas são, que sabe que agora, ninguém te ama além de você mesmo, ninguém vai te aceitar exatamente do jeito que você é, não vão deixar de desejar aquilo que não podem ter só porque estão com você, e pior, podem até te trair, mesmo que seja em pensamento pois as vezes alguns fatores físicos impedem que isso aconteça realmente, mas sabe, esse alguém que jura te amar, na verdade tá buscando em você aquilo que ele não tem mas quando tiver a chance de ir pra onde ele gostaria de estar e ter quem ele realmente quer , ele vai te trocar. Enquanto isso não acontece ele vai tentar te transformar na imagem semelhança do desejo dele, vai dar palpites "inocentes" para o seu corte de cabelo, modo de vestir e agir, gostos,enfim, tudo mesmo, e agora você me pergunta: "Mas se eu mudar, e me tornar como o desejo dele é, ele não vai ficar comigo pra sempre?!"
Não, não vai! Então, porque tentar me mudar?! Claro que você me perguntaria isso, sem ressentimentos, mas é por pura distração mesmo, pra ter o que fazer até conseguir aquilo que ele quer, ou você acha que o contato é mantido por uma bela amizade?!

Ah! Vá se fuder!Não é possível que você acredita nessa desculpinha!

" Experiência não é o que acontece com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu."

[Aldous Huxley, escritor inglês]

Do que seriam formadas as pessoas se não fosse aquilo que lhes acontece?!
Idéias, opiniões, gostos, vontades...Nada existiria. Não passaríamos de meros coadjuvantes, nada de papel principal ou destaque.

Somos formados por cada informação que absorvemos, e como as processamos. Não basta apenas engolir, tem que digerir e separar o que é útil expelindo o resto, claro que, a formação pessoal é muito mais complexa que essa analogia barata entre captação de informação e sistema digestório.

A experiência é fruto do agir, e não o contrário. É a partir das ações que tomamos fé daquilo que aconteceu e vemos se acertamos quanto as nossas atitudes, se sim: ótimo, se não: é a hora de julgar e rever conceitos, por na balança, reforçar valores e saber lidar com conseqüências.

De nada vale aconselhar se quando chegar vez não ser capaz de ver e analisar a situação corretamente, escolher o que deve ser feito e fazer. Ah! Besteira a minha falar, ninguém faz isso todo o tempo, por mais que tente, certas horas, naquele momento a pensar com seus botões e que cai a ficha de que já remediamos a mesma situação tantas vezes para terceiros, mas que na nossa vez tudo parece tão mais complicado.

Oras, se é complicado, paciência, mas se o conselho parecia válido para situação de outra, há de ser valido para a própria.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Gavetas e papéis...

Arrumar as coisas é tão nostálgico, a gente acha tanta coisa que remete à nossa memória...Certos papeizinhos, objetos e fotos...são tão insignificantes lá, paradinhos na gaveta, caixas e entre livros, mas quando pegamos nos geram uma sensação inexplicável!

Dá uma vontade de ajeitar tudo, de colocar nossas vidas nos trinques! Mas quem disse que dá?! Ter algo pendente parece que é intrínseco da vida, mas que agoniazinha isso me dá, credo...Mas eu vou tentar arrumar tudo, e como todo boa organização, primeiro tenho que listar o que eu tenho pendente, aí sim ver como arrumar, e também, o quê arrumar, néh?! Afinal, tem coisas que se vieram a pender pode ser por simplesmente não valer a pena fazer, oras. Porquê não?!

Não sei se isso é só meu, mas guardo tanta coisa didática, pensando em poder precisar depois, acho que meus livros vão me acompanhar até o ultimo suspiro, ou até as traças alcançarem a minha estante...As vezes me dá uma vontade de sentar no escritório e estudar tudo que tenho aqui, é bem nerd, eu sei, mas não ligo mesmo! E, falando no meu escritório, ô lugarzinho, viu?!, gosto demais desse meu cantinho, é onde eu faço o que gosto [ nerd], é onde eu crio, onde eu me ponho pra pensar, é onde eu estudo...ficaria sem minha cama, mas não ficaria sem meu escritório.

Por incrível que pareça, esse desejo é uma das coisas pendentes...vou logo listar antes que eu esqueça disso e torne essa lista mais uma coisa pendente.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Assim mesmo, do jeito que as coisas são.

Só porquê são as coisas mais simples que fazem a diferença. Clichê?!?! Com certeza, mas foda-se.
É justamente por isso que acabam fazendo falta, pelo medo de ser clichê ninguém as faz mais.

Abraços são ótimos, um "bom dia" sincero realmente torna aquele melhor, ligar pra matar a saudade vale, escrever quando precisar, fazer carinho é tão bom quanto receber, dizer "eu te amo" com o coração vale mais do que de qualquer outra forma.

Quero todas as coisas assim, do jeito que são. Na verdade, do jeito que devem ser, pois já não são mais.

Andar descalço é bom.Tomar banho também. Dormir abraçado, é impagável!

Sem essa de dar parabéns só pra garantir seu scrap quando for a sua vez.

E se for pra promover sua imagem, que seja por algo realmente bom e que valha a pena, bancar o diferente com modismos e distúrbios alimentares pra conseguir status é mais que ridículo, é deplorável!

Não vale a pena ser igual, de jeito nenhum! Mas se matar ou fingir que se mata pra ganhar algum tipo de destaque é breguinha, tá?!

Mas sobre isso eu falo depois, esse post aqui é pra relembrar todo mundo que projetar a felicidade só adia a mesma, almejar coisas melhores vale [nada de comodismo, hein?!] mas dá pra ser feliz agora, e sempre.