quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

31 de dezembro.

Fim. O ano acabou e muitas coisas acabaram nele e com ele.
Esse ano foi bom, e o próximo será também. =]
Não concorda?!
Foda-se, baby.
;D

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Atualização corriqueira

Pra não perder o costume, atualizarei com assuntos way da vida ;D

O espetáculo foi luxo, poder e glória! Mal posso esperar pra sair o dvd preciso muito ver as outras coreografias, e a minha também. Foi tão bom passar meu aniversário no teatro, coisas de bailarina, fazer o que?! =] Nada como camarim e muitas mulheres enlouquecidas com figurinos e maquiagem xD Amo esse mundo!

Depois do espetáculo, saí pra comemorar meu aniversário com o pessoal que foi me assistir, fomos ao cinema ver atividade paranormal. Sinceramente, eu esperava mais, tirando os últimos segundos que eu não vi porque escondi o rosto, mas no final das contas tenho minhas dúvidas, afinal como uma história real tem mais de um final ?! o.O enfim, isso é assunto pra outra hora.

Ontem, realizei meu maior sonho de consumo, comprei meu corpete (espartilho, corset, corselete, como queira chamar). Céus, ele lindo *-* de verdade! Postarei uma foto em breve no orkut e passo por aqui ;D Parecia uma criança quando encontrei o corpete pra comprar, até o usei a noite quando fui ao gates. Feliz, feliz. Alegre, alegre.

[Em breve, um post decente...gelous!]

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Merecidamente de férias!

"Deus, lindo Deus, tá vendo isso?!"

Sim, surtei de vez nesse final de semestre, virei noites, inclusive na UnB, comprei canetinhas caras, gastei dinheiro com acrílico e aço, quase morri com os prazos, mas no final sempre dá tempo ;D

Viva a vida na faculdade, o valor que começamos a dar para as coisas simples da vida como ver sua mãe. O aproveitamento de cada minuto de sono, por que falar em hora de sono é utopia, na verdade, falar em sono que é. Dormir?! Nem me lembro mais como se faz isso, afinal, pra que dormir se a gente pisca?!

Bom, pretendo tirar o atraso do sono nas férias, ler meus livros lindo e abandonados na estante, pentear o cabelo, enfim, todas essas coisas que não dá pra fazer durante o semestre.

Então galera, é férias...sejam felizes!!!

=D

domingo, 29 de novembro de 2009

Nada como estar em família!


Nada como comemorar o aniversário em família né, prima?!
Caribeño está sendo palco de situações memoráveis! Ontem fomos lá para comemorar o aniversário da Glórinha! Ai ai, eu e Débora, como sempre, dançando ao nosso modo, fomos de salsa até dança com a cadeira...ai ai, adoro! Não é culpa da tequila, assumimos isso ;D

Olha essa meninas!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Assuntinho polêmico II

Retomo este assunto para esclarecer o post anterior.
Acho que acabei não sendo muito claro, ou talvez indelicada demais gerando interpretações que não condizem com a minha opinião.
A questão é que pra mim não passa de um vestido curto numa menina sem características físicas apropriadas, porém, é apenas um vestido. A minha revolta é com a repercussão que isso está tendo.

Gente, é só um vestido
!

domingo, 22 de novembro de 2009

Coisas da vida, fazer o que?!

" Se arrependimento matasse..."

Clássica frase. Principalmente quando se fala daquele ou daquela. Ai ai, pessoas...não se arrependam pelo que fizeram ou deixaram de fazer, oras. Apesar dos pesares eu procuro não me arrepender. Claro que sempre há casos perdidos que você vira e fala " Puta que pariu!" mas não há mais o que fazer, é só não repetir. Ainda bem que pelo menos não me arrependo de nenhum namoro, desde o mais repentino que durou menos de 15 dias, ao mais sério com aliança e tudo.

As vezes bate aquele pensamento " Deveria ter tomado mais coragem aquele dia" ou então " Deveria ter evitado", mas o pensamento mais sensato que deve vir após esse momentinho de reflexão é " Foda-se, já foi!".

Sorte idiota do dia: É fazendo merda que se aduba a vida.

sábado, 21 de novembro de 2009

Assuntinho polêmico.

Sim, até eu estou falando desse assuntinho.
Geisy, a mocinho do vestido curto da Uniban.
Olha, pra começar tá tudo errado, todas as atitudes tomadas até agora não foram bem escolhidas. Vamos lá:

Primeiro: O comportamento dos alunos da Uniban.

Ah! Façam-me o favor! Não é possível que sejam tão burros ao ponto de cair no jogo de chamar atenção da aluna Geisy. O que ela queria era chamar atenção mesmo, e conseguiu. É nítida a intenção da moça no vídeo. Ela tem o perfil de quem gosta de causar. Bom, graças aos coleguinhas de faculdade (particular, diga-se de passagem) ela já esteve em programas de televisão, há sempre uma notícia nova sobre ela em alguma forma de mídia e até o meu veneno está sendo gasto com ela. Eita menina pop!

Segundo: A postura da faculdade.

Sinceramente, essa é a única atitude que eu não assumi nenhuma postura.Não sei se o desligamento da aluna é plausível ou não. Não concordo com o modo que a aluna se vestiu, afinal é um ambiente educacional mas se for pra selecionar alunos, façam um vestibular decente.

Terceiro: O protesto dos alunos da UnB.

Não entendo o que alunos de uma faculdade FEDERAL estão fazendo protestando sobre o que aconteceu na Uniban! Eu falo abertamente, tenho preconceito SIM em relação à faculdade particular, sei que existem pessoas lá que não tiveram oportunidade e podem sair bons profissionais, mas chega dessa historinha de formar opinião por excessões e não pela maioria que são um bando de adolescentes inconsequentes que fizeram o ensino médio nas cochas, gastou o dinheiro do pai na escola e em mil abadás. A divisão entre os alunos de faculdades públicas e particulares é natural, e considero normal e ainda acho que chega a um ponto que não se deve misturar.

Quarto: Eu postando no meu blog.

Puta que pariu! Até eu! Fudeu de vez! Tá na hora de pararmos de dar tanta atenção a mais uma vulgar de faculdade particular. Inclusive eu xD

Pronto, falei.

sábado, 7 de novembro de 2009

Ai Ai, mas que ternura, PASSEI PRA ARQUITETURA!

Quinta feira de manhã, aula de PA1, saímos pra lanchar e o Otávio aparece:
"Gente, vamos pra sala porque a Raquel vai começar o exercício espaço da luz"
Eu, Alyne e Rafa nos olhamos e surge aquela nuvem sobre nossas cabeças: É O TROTE!

A gente tinha essa grande desconfiança já que os veteranos estavam fulos da vida com a gente por que na quinta passada nós fugimos do trote pela janela do PA xD, mas eu explico, as pessoas viajariam pra bienal em SP nesse dia as 19 horas, não daria tempo de pegar dinheiro e tomar banho ao ponto de ficar zerado pra uma viagem de ônibus até sampa. Por isso fugimos.

Mas sabiamos que o trote viria mais dia, menos dia. Foi o que aconteceu! Eles invadiram a sala e a reação da professora foi só uma:
"Filhos da puta!"

xD

Mas enfim, já estava tomado, eles levaram a gente pra fora, fizemos elefantinho até a FT:
"Engenharia! Como é que pode, as suas minas têm bigode!!!"
Voltamos de elefantinho, na saída do ceubinho em direção a biblioteca, quando levantei do elefantinho a UnB escureceu do nada e eu desmaiei, mas fui salva pelo queridíssimo veterano Júlio, me deram sal e tudo voltou ao normal.

Aproveitei horrores do trote! Amei!
Nem pensei tanto no trote q darei nos meus calouros semestre que vem, pensei só no trote que darei na MINHA calourinha!

Aguardem... (6)

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Mais um Blog!

É isso mesmo, finalmente fiz o outro blog!
Assumi definitivamente a dupla personalidade ;D
www.naadirahbellydancer.blogspot.com
Bom, aproveitando o post, estou com meu pc novamente, em breve comprarei o mondem pra net sim fio e voltarei de verdade a normalidade.

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Experiência comportamental do ser humano

É incrível como a cada passo que você dá existem criaturas vivendo a espera das consequências. Impressionante! Mal viro as costas e já estão borbulhantes, usando artimanhas baratas. Como eu adoro esse papel ridículo prestado pelos seres humanos, me divirto e aumento meu ego de tal maneira que não controlo o riso, muito menos os comentários.

O mais empolgante é que está tudo muito fresco, existem respostas a serem dadas ainda, aí sim teremos comentários com toda aquela minha 'sutileza'

Isso mesmo queridas, utilizem toda sua vulgaridade e recadinhos clichês, aqueles bem breguinhas mesmo, que se copia e cola de comunidades de gentinha à toa. Façam isso enquanto eu me divirto assistindo a tudo isso comendo pipoca,ou por que não, chocolate, eu sou magra mesmo.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Varrendo as teias.

Marcando presença no blog, afinal se eu ficasse mais um segundo sem postar acho que ele seria deletado xD.
Ok, sem exageros, mas é pra não perder o costume, manter o blog e mostrar que estou viva, porém como já coloquei nos perfis do orkut estou sem pc, emprestei meu note pra minha irmã, ela estava precisando para rodar umas simulações do mestrado, em torno de 40 dias eu recuperarei meu pretinho ^.^
Bom, já que estou aqui, pq não um post que não seja só uma explicação?!

A vida tá empolgante, estou fazendo mais um curso profissionalizante no Zahra (studio de dança do ventre, onde eu danço), estou complementando a minha dança na medida que posso, mas estou me organizando para conseguir aprofundar o estudo nessa área e me aperfeiçoar cada vez mais, e, é claro, montar o blog de dança do ventre afinal não o esqueci, e assumir de vez essa vida dupla =D.


A UnB está fantástica, ainda estou afogada em toda essa mudança louca, mas nada que esse fim de semana não resolva e me desatole dos trabalhos e projetos =].

Essa é a vida que eu queria, universitária de federal, bailarina ( digo, aspirante a tal) e levo tudo isso muito bem, afinal tive uma boa criação, aprendi que os animais são amiguinhos, ao sair do quarto apague a luz, estude muito e se um coisa é do coleguinha NÃO PEGUE!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Decida-se, meu bem!



Ora com uma felicidade inabalável, ora com uma tristeza mortal.
Tenha dó! O mundo não quer saber.

Ninguém liga =]
Seus motivos só servem para zombaria em blogs como o meu!
Nada pessoal, FOFINHA.
Sem ofensas, meu caro.

Seja lá o que vá fazer, faça direito! Emagrecer ou "se matar", tanto faz, apenas seja bem sucedido, ok!?

terça-feira, 21 de julho de 2009

Dia Do Amigo.

Amo muito meus amigos, talvez esse seja o problema.
Não vou ser tão clichê e falar sobre as belas amizades que tenho neste post, afinal, eu as confirmo a cada dia e não é em uma data comercial que tenho que provar aos meus amigos que os amo.


Vou falar do quanto banal está o status de amigo. Pra começar, vou logo esclarecendo: NÃO TENHO NADA CONTRA DATAS COMERCIAIS, só acho que não devemos nos prender a elas pra dizer quando gostamos ou não de alguém, certo?! Então, esse é um dos problemas das amizades, elas tem data, prazo de validade, época. Cadê aquele seu amiguinho que vocês diziam que iam crescer fazer faculdade e morar juntos?! E aquele seu coleguinha que brincava com você todas as tardes?! São os amigos de infância, bons amigos aqueles,néh?! Mas, quem foi que estipulou que amigos do pique-esconde e da queimada precisam sumir quando se torna pré-adolescente?!


O mais engraçado é que essas coisas vão acontecendo e a gente nem percebe, só se toca quando recebe a notícia que o tal fulano morreu. Pior do que isso, é quando se faz o flashback e vai percebendo que as amizades foram sendo trocas como a decoração do quarto, seu amigo entra numa escola mais legal, você muda de turma, ele faz novos amigos, você tenta ser amigo dos novos elementos, ele pára de te ligar, e mais dia menos dia o tempo e a circunstância já separou vocês. Será que foi isso mesmo?! Ou um dos dois simplesmente escolheu a nova vida sem se preocupar em manter a antiga?!


Desculpem a minha acidez.

Feliz dia do amigo!

sábado, 18 de julho de 2009

Oficialmente UnBênha!


Missão cumprida!

Obrigada, meu Deus! Estou extremamente feliz... Satisfação imensurável, estado de ecstasy. Valeu cada segundo de estudo, cada minuto de prova, cada hora de aula, cada dia mal dormido! Abri mão de algumas coisas, mas a recompensa foi enorme!


Tem alguém lá em cima muito feliz por mim, né Sr. Paulo Roberto Marcelino?! Sei que estava lá fazendo a prova comigo, nunca duvidei disso. O senhor sempre me acompanhou desde que nasci, mesmo depois de virar anjo, estava lá do meu lado, me guiando nas exatas. Muito obrigada, papai!

Agora sou oficialmente UnBênha e, claro, o orgulho da mamãe!


quinta-feira, 14 de maio de 2009

Atestado de óbito

Morri para sociedade até o vestibular.

domingo, 19 de abril de 2009

Satisfação de bailarina


Feliz é pouco, estou radiante! Nada como a dança pra elevar nosso ego acima da meia ponta.
Agradeço à Deus pelas professoras que tenho: Ana Luiza, Dalilah e Monah. Sem contar em todas as outras habibas do zahra, professoras ou alunas, elas ajudam mesmo, gosto delas como família.
Cada apresentação, por mais dolorida e cansada que eu esteja, dá uma sensação de missão cumprida, e a satisfação é imensurável. Coisa de bailarina.
A propósito, antes que algum engraçadinho venha querendo cortar a minha onda, já explico aos mal informados, bailarina é quem leva a dança a sério [em palavras simples], quem ensaia bastante, estuda, se entrega, vive a dança, digamos, leva a faça a nível profissional. Não se restringe a quem faz ballet, ok?!

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Inspiração


Maior que a dança não há!
Bailarina sabe. E como sabe!
O véu, a espada, os snujs, a bengala,taças e velas, candelabro, pandeiro... Inúmeros aliados que adornam a bailarina dando preenchimento e moldura.
São comparsas, cúmplices, fiéis. Flutuam conosco sobre a meia ponta.
Passos leves, movimentação de quadril, deslocamentos, toda a composição formam a dança circular que é a dança do ventre, ligada e contínua.
Incansável.
Expressiva.
Feitiço.
Encanto.
Vital.

domingo, 29 de março de 2009

Planos 1000!

[piadinha nerd pra animar o dia xD]

Por incrível que pareça, eu consegui arranjar motivação nesse período difícil =D

Meus planos, penso neles quando a preguiça bate e logo desisto dela e vou estudar. É assim que tem que ser, pensar positivo pra progredir e realizar.


...


Ando meio sem assunto por que passo metade do meu dia num subsolo, onde mal tem sinal pra celular e tendo aula em tempo integral...[ é sério, o podion fica no subsolo da 516 norte ^^] Mas é por um bom motivo...Tentarei ser mais criativa nos próximos posts=]

domingo, 22 de março de 2009

Trecho: Flor da Pele [Zeca Baleiro]

"Ando tão à flor da pele
Qualquer beijo de novela
Me faz chorar
Ando tão à flor da pele
Que teu olhar "flor na janela"
Me faz morrer
Ando tão à flor da pele
Meu desejo se confunde
Com a vontade de não ser
Ando tão à flor da pele
Que a minha pele
Tem o fogo
Do juízo final...(2x)
Barco sem porto
Sem rumo, sem vela
Cavalo sem sela
Bicho solto
Um cão sem dono
Um menino, um bandido
Às vezes me preservo
Noutras, suicido!"

Tradução literal da freqüente falta de tranqüilidade que me toma o plano das idéias.
[Não sou adepta a reforma ortográfica coisíssima nenhuma! Por que pra mim lingüística tem trema e acento!!!]

segunda-feira, 9 de março de 2009

Maybe...Who knows?!

Algo me diz que tem algo acontecendo pelas minhas costas, ou pior, embaixo do meu nariz, na minha cara, enfim, seja lá qual for a parte do meu corpo, não me conformo que tudo estava perfeito.

Sim! Esta e mais uma das minhas crises inconstantes, se não está afim de ler, aturar ou saber simplismente foda-se. Em nenhum momento pedi pra você estar aqui, certo?!

Mas, para quem tá afim de ler, aturar e/ou saber, estamos bem! =]
Fiquem à vontade. Sem restrições para comentários construtivos ou simplismente adicionais, ok?!

Voltando...

Não me conformo mesmo que tudo tenha passado, ou que todos os padrões tenham mudado e que milagrosamente me enquadre perfeitamente neles.Não mesmo. E acho que isso nunca mais vai me deixar em paz, por isso que eu posso afirmar com toda a certeza, não sirvo nenhum pouco pra relacionamentos, e não ouse dizer nada, principalmente que isso é coisa de poser por que além de te mandar tomar no cú eu venderia você pro mercado negro de órgãos e sua alma pro diabo. E relaxa que minha preocupação não é com o quanto eu vou ganhar e sim o quanto você vai perder.

Sem mais ameaças, afinal vocês são legais por lerem meu blog =]
Tá nem todo mundo é, mas enfim, posso induzir essa gente ao suicídio =D
Ou a tentativa dele gerando sequelas...enfim...chega disso...
Mas...
Cadê aquele amor saudável que eu tinha?! Sumiu mesmo?!

Uma pena.
Talvez eu volte a ser a viúva negra de sempre.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Dia


Dia dia dia [sem vírgula mesmo]

Eu mataria!

Independentemente do idioma.

Não tente entender.

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

[Irony_on]


Desculpa ter nascido com essa cara, com os olhos escuros e diferentes daqueles lá.


Foi mal ter cabelo enrolado, franja grande, pele morena e SER MAGRA! Isso me impede de aderir alguns modismos que te agradam. Óh! Que peninha, isso me faz realmente muito triste! [snif snif] ='


Sinto muito não ter cara de sonsa como lhe apetesse, mas deveira ter afinal é algo que me faz muita falta.


[Irony_off]

¬¬


Desculpa, precisava falar, não vou deixar isso me definhar como foi com as outras pessoas. A propósito, quem sabe se é você quem adoece as pessoas a sua volta?!

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Ausência justificável...

Bom, esse post não tem nada de especial. É só pra justificar a falta de posts, infelizmente estou muito sem tempo ultimamente, e terei q dar uma diminuída do ritmo e frequência das postagens.

Isso não quer dizer que eu vá largar o blog, de modo algum, o "canto meu" já é parte de mim, mas digamos que ele se tornará semanal, espero que pelo menos semanal xD.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Nervosismo a flor da pele


Fico nervosa quando faço algo que tenha a ver com o meu futuro, principalmente na dança do ventre. Estou no Zahra há 7 meses, mas danço faz mais ou menos 1 ano e poucos meses. Enfim, nesse mês comece um curso profissionalizante, ministrado por duas maravilhosas e conceituadíssimas professoras, a Dalilah e a Monah Souad, mas como toda boa formação, há avaliação, e minha primeira será sábado agora!
Foi sorteado para cada aluna o estilo que ela dançaria, pra mim caiu solo de percussão. Amei o estilo, me inspirei em grandes bailarinas que admiro, como a Saida [foto], mas mesmo assim bate o nervosismo, a Dalilah é professora do Zahra, já a conhecia, mas a Monah fazia parte dos seres idealizados e intocáveis. Ela tem 15 anos de dança, tem um currículo admirável e, sinceramente, dona de uma simpatia inexistente [chega de babar].
Por ser uma profissional tão renomada no meio da dança do ventre é que me bate o nervosismo. Essa avaliação não reprova, é pra guiar o curso, para que as professoras nos aperfeiçoem e possam formas verdadeiras bailarinas de dança do ventre ao término do workshop.
Já escolhi minha música, já fiz mais da metade da coreografia, tô preparando figurino e afins, mas sabe aquele friozinho na barriga?! Aquelas borboletas no estômago?! Pois é, me acompanham desde o momento do sorteio. Espero mesmo que dê tudo certo, pra todas nós do curso! E preparem-se por que daqui pra frente dança do ventre vai ser um tema MUITO frequente no blog, devido o tempo de estudo e preparação que estou designando a dança.
Enfim, sorte pra mim!
Imagem: Saida e Mario Kirlis no Teatro Municipal de Olavarría

quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Perdi meu tempo...E dinheiro.

Não falo de nada que envolva meu emocional não, como nos últimos posts. Se bem que se tratando do meu bolso, é algo de extrema influência no meu humor. Bom, tô falando do brilhante tratamento que eu fiz por um tempo considerável que não resolveu muita coisa.

Estou falando das espinhas mesmo. Tratei por questão de saúde , e não por vaidade, até porque minha vaidade eu alimento com o intelecto e não estética.

Bom, mas porquê falar disso num blog, neah?!
Pois eu explico. Desde o início eu queria tomar o bendito-maldito Roacutan, mas mamãe com toda sua mania de proteção disse que não e por causa disso minha dermatologista ministrou-me outro tratamento. Este até que funcionou bem no início, mas do meio pro fim estagnou, e eu só continuei pagando remédios manipulados que me faziam usar protetor solar de hora em hora. Resultados, não tive.

Enfim, entrei no site da Roche (fabricante do roacutan) pra ler a bula do remédio e me informar, claro que os efeitos colaterais e reações adversas provenientes do uso dele são grandes, mas para tudo há um preço a pagar. E eu pago. Sem contar que, tomar remédio a toa também não é nada bom, quem acompanhou deve lembrar de como foi meu período de adaptação ao remédio. O sono descontrolado, a lerdeza no raciocínio, enjôos, enfim, vários probleminhas que me acostumei achando que depois teria retorno.

Que tive melhoras, isso eu tive, mas o correto é chegar ao fim do tratamento livre do problema. Enfim, voltando ao assunto do roacutan, hoje fui a derma novamente, e advinha?! Amanhã farei os exames necessários para começar o tratamento com o roacutan, agora, vamos usar a lógica que pelo menos meus leitores devem ter. O tratamento que eu tava fazendo foi iniciado em agosto de 2008, e o com roacutan dura 6 meses, agora contem comigo:
Agosto(1), Setembro (2), Outubro (3), Novembro(4), Dezembro(5), Janeiro(6).

[Oh! =O]

Mas vejam só, se tivesse tomado o tal destruidor de fetos e fígados desde o início eu JÁ TERIA TERMINADO O TRATAMENTO!

Obrigada, mamãe! Tomar medicação manipulada a toa é algo que me leva ao alge de satisfação.

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Passando



Tentando aceitar, deixar passar, acreditar.

Quero poder ter a tranquilidade de uns meses atrás, poder crer que não é só mais uma tentativa frustrada de ter algo que me faça bem. Também quero que realmente me faça bem e não só achar que faça.

Não sei se volta a ser como era, se vou me sentir tão bem quanto, se vou confiar tanto quanto, mas pelo menos dessa vez eu tento, dessa vez apenas. Se alguém vai ser injusto comigo, problema, mas eu não farei isso, jamais! Outra vez, eu digo, meu amor próprio supera qualquer ação de terceiros.

Pois bem,não quero mais tocar nesse assunto, remoer só atrasa a minha vontade de superar. Pelo menos dessa vez as coisas vão funcionar melhor, estou mais atenta, caso a situação não me convenha, eu troco de lugar.

P.S.: A imagem é um quadro meu, e pode não parecer que tenha relação com o texto, mas acredite, eu pintei e sei que tem. ;D

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Querendo esclarecer

Decisões são difíceis, dizer mais ainda. Se fazer entender é impossível.
Como não se martirizar?! Como não remoer?! Queria mesmo saber o que fazer nessas horas.

Primeiro vem a decepção com tudo, saber como as coisas realmente são podem matar alguém que não quer abrir mão das suas ilusões. Viver com alguém e lembrar de como você já se sentiu é uma tarefa árdua. Pior do que isso, é se envolver com seu ódio, deixar ele entrar na sua vida, falar com ele como se não fosse nada, conviver.

Dar um basta em tudo seria a grande solução. Mas dar um basta em quê?! Na situação, no sentimento ou em alguém?! Não sei, juro que dessa vez não sei mesmo. Pensei, mas só me vinha à cabeça hábitos que já não quero mais.

Já não tenho mais a paciência de antes, já não sou mais tão sistemática assim, já não tenho toda aquela segurança, já não sou mais tão Manu. Mudei, na verdade, caí. Estou pra descobrir o que há lá no fundo, graças a uma tentativa imbecil de ser feliz.

Não posso me trair assim.

sábado, 31 de janeiro de 2009

Se a sua indecisão me matar...

Eu volto só pra lhe causar tormento.
Pouco me importa se isso não é o certo a fazer. Errado mesmo é iludir, mentir e achar que está tudo bem.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Ainda perdida


Depois do desastre emocional de ontem, fui andar pra respirar um pouco e conversar com um amigo, quando voltei pra casa eu estava, não mais calma, porém menos tensa e irritada. Respirei bastante, pensei melhor.
Conclusão, eu até estava com razão no post de ontem, só que um pouco menos radical, desculpa dizer que seus pais não te amam, ou que ninguém além de você mesmo é capaz de te amar, mesmo que não seja todo mundo há sempre alguém.
Relacionamentos são sempre difíceis, principalmente se tratando de mim.Quando me envolvo, procuro manter a ordem e evitar cobranças, pra isso guardo muita coisa, tento amenizar minha mente, pensar em outras coisas, mas é uma besteira minha fazer isso, por que de vez em quando me dá um surto de raiva que é capaz de colocar tudo aquilo que eu estou tentando preservar por água abaixo.
Não vale a pena sacrificar seu sono por tal motivo, mas também nem tudo é motivo pra gerar um DR. Mais uma vez, tem-se que balancear e ver o quanto algo incomoda, e depois, se chegar ao ponto de incomodar mesmo, vá lá e diga sem receio, sem se preocupar com a reação, por que assim há como perceber o quanto vale pra outra pessoa o que você pensa e como se sente.
Não estrague nada por isso, nem seus objetos, muito menos seu corpo. Existe algo que não se pode abrir mão, o amor próprio.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Sorte de hoje: Hoje é um bom dia para distribuir alegria.


Tá de brincadeira, ?!
Não tenho alegria nem pra mim, que dirá pra distribuir.
E me responde uma coisinha, como alguém pode ter alguma coisa que não existe?!

Ah! Faça-me o favor! Sem essa de que as coisas são lindas, que o mundo é belo e a vida é justa, por que não é! Nada disso é verdade, seus pais mentiram pra você quando te ensinaram essas coisas, e mentiram mais ainda quando você estava chorando e eles disseram que você era mais bonito sorrindo, a verdade é que não suportavam o seu choro inútil e queriam fazer você calar a boca de alguma forma. Desde quando um sorriso deixa alguém bonito?! Na boa, você fica com cara de idiota, só prova que você acreditar nas falácias do mundo, na ilusão podre que alguém joga sobre você, afim de quê?! Eu te respondo. Afim de te magoar, ou você acha mesmo que esse alguém te ama?! xD Acredita nisso, talvez seja mais divertido do que ser assim como eu, que sabe como as coisas são, que sabe que agora, ninguém te ama além de você mesmo, ninguém vai te aceitar exatamente do jeito que você é, não vão deixar de desejar aquilo que não podem ter só porque estão com você, e pior, podem até te trair, mesmo que seja em pensamento pois as vezes alguns fatores físicos impedem que isso aconteça realmente, mas sabe, esse alguém que jura te amar, na verdade tá buscando em você aquilo que ele não tem mas quando tiver a chance de ir pra onde ele gostaria de estar e ter quem ele realmente quer , ele vai te trocar. Enquanto isso não acontece ele vai tentar te transformar na imagem semelhança do desejo dele, vai dar palpites "inocentes" para o seu corte de cabelo, modo de vestir e agir, gostos,enfim, tudo mesmo, e agora você me pergunta: "Mas se eu mudar, e me tornar como o desejo dele é, ele não vai ficar comigo pra sempre?!"
Não, não vai! Então, porque tentar me mudar?! Claro que você me perguntaria isso, sem ressentimentos, mas é por pura distração mesmo, pra ter o que fazer até conseguir aquilo que ele quer, ou você acha que o contato é mantido por uma bela amizade?!

Ah! Vá se fuder!Não é possível que você acredita nessa desculpinha!

" Experiência não é o que acontece com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu."

[Aldous Huxley, escritor inglês]

Do que seriam formadas as pessoas se não fosse aquilo que lhes acontece?!
Idéias, opiniões, gostos, vontades...Nada existiria. Não passaríamos de meros coadjuvantes, nada de papel principal ou destaque.

Somos formados por cada informação que absorvemos, e como as processamos. Não basta apenas engolir, tem que digerir e separar o que é útil expelindo o resto, claro que, a formação pessoal é muito mais complexa que essa analogia barata entre captação de informação e sistema digestório.

A experiência é fruto do agir, e não o contrário. É a partir das ações que tomamos fé daquilo que aconteceu e vemos se acertamos quanto as nossas atitudes, se sim: ótimo, se não: é a hora de julgar e rever conceitos, por na balança, reforçar valores e saber lidar com conseqüências.

De nada vale aconselhar se quando chegar vez não ser capaz de ver e analisar a situação corretamente, escolher o que deve ser feito e fazer. Ah! Besteira a minha falar, ninguém faz isso todo o tempo, por mais que tente, certas horas, naquele momento a pensar com seus botões e que cai a ficha de que já remediamos a mesma situação tantas vezes para terceiros, mas que na nossa vez tudo parece tão mais complicado.

Oras, se é complicado, paciência, mas se o conselho parecia válido para situação de outra, há de ser valido para a própria.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Gavetas e papéis...

Arrumar as coisas é tão nostálgico, a gente acha tanta coisa que remete à nossa memória...Certos papeizinhos, objetos e fotos...são tão insignificantes lá, paradinhos na gaveta, caixas e entre livros, mas quando pegamos nos geram uma sensação inexplicável!

Dá uma vontade de ajeitar tudo, de colocar nossas vidas nos trinques! Mas quem disse que dá?! Ter algo pendente parece que é intrínseco da vida, mas que agoniazinha isso me dá, credo...Mas eu vou tentar arrumar tudo, e como todo boa organização, primeiro tenho que listar o que eu tenho pendente, aí sim ver como arrumar, e também, o quê arrumar, néh?! Afinal, tem coisas que se vieram a pender pode ser por simplesmente não valer a pena fazer, oras. Porquê não?!

Não sei se isso é só meu, mas guardo tanta coisa didática, pensando em poder precisar depois, acho que meus livros vão me acompanhar até o ultimo suspiro, ou até as traças alcançarem a minha estante...As vezes me dá uma vontade de sentar no escritório e estudar tudo que tenho aqui, é bem nerd, eu sei, mas não ligo mesmo! E, falando no meu escritório, ô lugarzinho, viu?!, gosto demais desse meu cantinho, é onde eu faço o que gosto [ nerd], é onde eu crio, onde eu me ponho pra pensar, é onde eu estudo...ficaria sem minha cama, mas não ficaria sem meu escritório.

Por incrível que pareça, esse desejo é uma das coisas pendentes...vou logo listar antes que eu esqueça disso e torne essa lista mais uma coisa pendente.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Assim mesmo, do jeito que as coisas são.

Só porquê são as coisas mais simples que fazem a diferença. Clichê?!?! Com certeza, mas foda-se.
É justamente por isso que acabam fazendo falta, pelo medo de ser clichê ninguém as faz mais.

Abraços são ótimos, um "bom dia" sincero realmente torna aquele melhor, ligar pra matar a saudade vale, escrever quando precisar, fazer carinho é tão bom quanto receber, dizer "eu te amo" com o coração vale mais do que de qualquer outra forma.

Quero todas as coisas assim, do jeito que são. Na verdade, do jeito que devem ser, pois já não são mais.

Andar descalço é bom.Tomar banho também. Dormir abraçado, é impagável!

Sem essa de dar parabéns só pra garantir seu scrap quando for a sua vez.

E se for pra promover sua imagem, que seja por algo realmente bom e que valha a pena, bancar o diferente com modismos e distúrbios alimentares pra conseguir status é mais que ridículo, é deplorável!

Não vale a pena ser igual, de jeito nenhum! Mas se matar ou fingir que se mata pra ganhar algum tipo de destaque é breguinha, tá?!

Mas sobre isso eu falo depois, esse post aqui é pra relembrar todo mundo que projetar a felicidade só adia a mesma, almejar coisas melhores vale [nada de comodismo, hein?!] mas dá pra ser feliz agora, e sempre.